Escolha uma Página

Um dos assuntos mais polêmicos no Excel é sobre o aprendizado. Durante os anos de estudos e trabalhos com o Excel, observei que as pessoas aprender uns com os outros. Isso significa que ninguém consegue passar tudo o que sabe, e muito menos, ninguém consegue aprender de primeira tudo o que lhe é ensinado. É necessário um tempo de fixação para o aprendizado, um tempo onde devemos praticar, revisar o que nos foi passado para aí sim conseguirmos assimilar aquele conhecimento.

Para sobreviver no mercado de trabalho, vejo todos se agarrarem ao Kit de Sobrevivência básico e achar que o Excel é somente isso. Saia do Kit Sobrevivência e expanda o conhecimento!

Devemos também aprender a aprender! Isso mesmo, devemos nos observar primeiramente e ver qual é a melhor maneira de aprendizado para nós mesmos. Cada um aprende de uma maneira, ou por vídeos, ou por Livros, ou Blogs, na verdade não importa, devemos aprender da maneira correta. E lembre-se, quanto mais você estudar da maneira correta para você e dedicar o mais tempo possível, mais rápido você aprenderá e dominará essa tão poderosa ferramenta que é o Excel. Estudem e pratiquem!

Transcrição do vídeo

Olá, pessoal. Tudo bem?

Vou falar para vocês hoje sobre um assunto muito polêmico no Excel, que é o aprendizado.  Durante todos esses anos que eu trabalho com Excel, com consultoria, com treinamentos e também, desde que eu estava do outro lado, nas empresas trabalhando em diversas áreas financeiras, o que eu observei? Que as pessoas aprendem Excel uns com os outros.

O cara do Excel

Então entenda o seguinte: toda empresa tem um carinha que é aquele chamado de “o cara do Excel”. Esse cara é o cara que resolve todos os problemas. Toda empresa tem o cara do Excel. Pode ser que ele não tenha tanto conhecimento, mas as outras pessoas têm menos conhecimento ainda. Ou pode ser realmente que seja um cara muito bom.

E as pessoas aprendem com ele, ou com outras pessoas que têm um conhecimento um pouco menor. Só que entenda o seguinte: a pessoa aprende com o cara, mas o cara nunca consegue transmitir tudo que ele sabe porque não é a função dele; ele está ali para trabalhar.

Nem todo o conhecimento é transmitido ou absorvido

Então o cara ensina 80% do que ele sabe. Você que está aprendendo com ele não consegue absorver tudo. Por que? Porque não é da noite pro dia que a gente pega informação, então você aprende metade dos 80% que ele passou. Ao longo do tempo, você vai trabalhando com aquilo, desenvolve alguma coisa ou outra e vai multiplicando esse conhecimento.

O kit de sobrevivência do Excel

Então é assim que as pessoas aprendem Excel hoje em dia nas empresas. Isso é algo que não é tão bom. Por que? vou explicar. O conhecimento fica muito limitado. Eu costumo dizer que o conhecimento que é multiplicado dessa maneira, é o kit de sobrevivência que eu falo. Que é o que? O PROCV, tabela dinâmica, uma fórmula SE e mais alguma coisinha ali. Filtros e mais alguma coisinha simples que é o que as pessoas sobrevivem. Sem isso, elas não sobrevivem nas empresas. Então são as coisas que elas aprendem para conseguir realmente trabalhar. Senão é impossível.

E depois elas não expandem o conhecimento. Por que? Aquilo já é o suficiente pra ela. Ela acha que é suficiente. Ela faz o trabalho dela no dia a dia e demora horas, horas, às vezes até dias, até semanas trabalhando na planilha com as poucas ferramentas que ela aprendeu. Ela realmente não procura entender outras ferramentas do Excel, aprender outras fórmulas, e elas aprendem com os vícios dos outros.

Então a pessoa às vezes não ensina a fazer a fórmula do jeito correto. Acontece muito isso também. a pessoa faz a Fórmula e você fala: “mas por que você faz assim?”. E a pessoa responde: “ah, me passaram assim, foi assim que eu vi outra pessoa fazendo”.

Aí o nível de Excel fica um nível muito ruim, um nível muito baixo e isso é muito comum entre as empresas.

Aprenda a aprender – qual a melhor maneira para você?

Outra coisa também que eu falo é que as pessoas tem que aprender a aprender.

Elas têm que descobrir a melhor maneira pra elas conseguirem absorver a informação. Tem pessoas que são mais auditivas, então elas realmente precisam ouvir pessoas explicando pra elas conseguirem reproduzir aquilo.

Tem pessoas que gostam de ler. Aqui eu tenho alguns livros de exemplos. O Excel tem uma literatura vasta. Tem muitos livros bem focados na parte financeira, VBA, BI. Aqui um outro livro de VBA muito interessante. Quem quiser uma dica, esse livro de VBA e macros é um livro muito legal que dá pra você realmente aprender bastante com ele. E a gente tem mais uma infinidade de livros.

Tem pessoas também que gostam de aprender assistindo vídeos. Elas vão lá, assistem o vídeo, conseguem pausar, reproduzir.

Existem várias maneiras de aprender. Aí uma coisa que eu acho interessante é você se observar desde a época da escola, qual era a melhor maneira que você conseguia absorver aquilo?

Às vezes você fala: “ah, é muito difícil”. Tem pessoas que realmente pegam o livro e não conseguem aprender, não conseguem estudar. Elas precisam de uma referência, de uma pessoa ensinando, explicando. E tem pessoas que tranquilamente conseguem desenvolver.

Use estudos de caso

Então o que manda é a maneira de você aprender. Uma dica minha eu gosto bastante: sempre que eu vou estudar alguma coisa nova, vou pensar numa maneira de fazer alguma coisa diferente, eu uso um caso.

Então se eu quero aprender Excel e eu não conheço nada de Excel, eu vou estudar um pouquinho o básico ali de fórmulas. E aí, eu particularmente gosto de livros. Depois eu vou fazer o seguinte: eu vou estudar baseado num caso.

Então, por exemplo, eu vou desenvolver um controle financeiro. Aí eu pego esse controle financeiro e falo: do começo ao fim, o que eu preciso fazer? Ah, preciso disso, preciso daquilo e aí então a gente vai realmente fazendo essa planilha de acordo com esse caso. Eu gosto bastante disso e eu acho que tem bastante resultado.

Tempo de desenvolvimento no Excel

Uma outra pergunta que o pessoal me faz bastante é sobre o tempo de aprendizado. Já chegaram pra mim e falaram assim: “em quanto tempo eu vou conseguir chegar no seu nível?”. Eu falo: depende. Depende se você vai estudar do jeito correto pra você. Não existe um jeito correto pra todos. E depende do tempo que você vai dedicar pra isso.

Então se você tiver tempo pra realmente pegar, sentar, com disciplina, e estudar, focando num caso ou não, focando em vídeos ou não, e conseguir estudar, com um tempo curto você consegue assimilar bastante coisa.

Tem coisas também que é só o tempo realmente e a experiência que vão trazer pra você. Tem coisas que não adianta a gente ler. Tem coisas que são aquelas sacadas assim que a gente aprende somente fazendo mesmo, errando, e volta e refaça. E a hora que estiver difícil, para. Começa tudo de novo.

Então essas são algumas dicas sobre a escala de aprendizado do Excel. Espero que vocês tenham gostado.

Se inscrevam no nosso canal Mais que Planilhas e acessem o nosso site também: maisqueplanilhas.com.br.

Obrigado!